Fernando Estevens (n. 1960 Lisboa)

Formação:

Design de Comunicação (FBAUL)

Design Gráfico (ETIC)

Desenhador Projectista (IATA)


Colaboração:
Paulo Guilherme D'Eça Leal em projectos artísticos como a ampliação do painel de azulejos “Bartolomeu de Gusmão” para o aeroporto de Lisboa, o “O Dilúvio de Quéops” e o filme “Iratan e Iracema” (1984 - 1987);
João Charters de Almeida no projecto de marca "Realmarc" (1989);
Aurelindo Jaime Ceia na exposição do designer Jorge Alves (2012).

Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa em Workshop de Experimentalismo Tipográfico (2019)

Centro de Investigação e de Estudos em Belas Artes - FBAUL em revista ArteTeoria (2019)


Autoria:
Identidade visual e sinalética das “Lojas da Solidariedade e Segurança Social” (1999-2001);
Identidade visual e comunicação do “Dia Nacional da Segurança Social 1999 (1999);
Projecto de Museografia  do “Palácio dos Marqueses de Marialva” na Praça Luís de Camões, em Lisboa (1999)
Projecto expositivo, catálogo e comunicação da exposição Adriana Bertini, para o "Dia Mundial da Luta Contra a Sida" (2002);
Identidade visual da CM de Cascais (2003-2010)
Sinalética da "Biblioteca Municipal de S. Domingos de Rana" (2005);
Projecto de Museografia e sinalética do "Farol Museu de St. Marta" (2007);
Projecto expositivo, catálogo e comunicação da exposição do Núcleo Cascais XXI para a Trienal de Arquitectura (2007);
Projecto expositivo e comunicação do “Mod Weekend” (2007);
Projecto editorial da tese de José Carlos Pereira"As doutrinas Estéticas em Portugal do Romantismo à Presença" para a editora Hespéria (2011);
Da exposição de etno-botânica “Memória de Cheiros Esquecidos” (2012)
Da instalação artística "Escópio" para a EGEAC (2016).


Fundou:
Atelier FE"DESIGN'ERS (2000-2010).

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now